Chega de causas perdidas, novos hábitos já!

pensamentos sabotadores

No post anterior falamos sobre a importância da mente no processo decisório do emagrecimento e na necessidade de criar novos hábitos, pensando magro. Hoje, daremos continuidade ao tema, abordando a questão de como você pode manter um hábito e principalmente o seu peso, cuidando da auto sabotagem.

No passado, você até conseguiu fazer mudanças em seus hábitos para atingir o seu objetivo de ter uma vida mais saudável e consequentemente, emagrecer. Porém, quando você percebeu que manter o seu peso estava difícil, desistiu. Você sabe o motivo? Bem, isso se deve aos seus pensamentos sabotadores.

Por acaso você se pegou pensando dessa forma? “ Ah é muito complicado emagrecer, não tenho autocontrole e nunca conseguirei perder um grama.”

Pois é, por isso estou aqui para auxiliá-lo, por meio de estratégias psicológicas que o ajudarão a vencer os desafios diários. Você será instruído por mim, a resistir ao impulso de comer de forma exagerada quando tiver que encarar os seus desejos incontroláveis, como a fome, o estresse e as pressões da vida.

Se você quer realmente mudar, precisa perceber imediatamente o que precisa modificar em seus pensamentos e na sua alimentação. É claro que no meio do caminho de sua mudança de hábito, você acertará e irá errar muitas vezes, até alcançar o seu objetivo, que é perder quilos e se manter no peso conquistado.
O que faz você comer?

Comer automaticamente é um hábito perigoso na nossa sociedade, na correria você não percebe que comeu um combo de fast food, um sorvete e uns biscoitos recheados, enquanto ia para casa. Você já se pegou nesta situação?

Os pensamentos que fazer você agir de maneira disfuncional são os pensamentos sabotadores, que o incentivam a comer mais e mais. Esses pensamentos de permissão minam a sua mente e a sua autoconfiança, permitindo racionalizar o que come. Por exemplo as inúmeras desculpas: “Tive um dia muito duro, e agora vou beber á vontade com os meus amigos”…”Ah é só dessa vez que comerei um chocolatinho…”

Assim, você dever identificar os estímulos que provocam esses pensamentos sabotadores, que o levam a comer de forma inadequada e enfrentá-los. Para reforçarmos, que tal como exercício você listar o que o leva a esses pensamentos? certamente você descobrirá que as repostas estão aí dentro da sua cabeça.

Toda vez que tiver um pensamento auto sabotador, ou “pensamento de gordo”, reconheça isso e repita para você mesmo internamente o que seria um “pensamento de magro”.

Lembre-se, o emagrecimento começa pela mente!
Emerson Pacheco

Você precisa de uma mudança de hábitos e não de dieta!

Junk.jpg

Olá, meus amigos leitores.

Após pesquisar em muitos livros e artigos que têm a ver com o que eu entendo bem, que é o emagrecimento usando a psicologia, entendi por que existem cada vez mais artigos, livros e revistas sobre o assunto, e vemos que tão poucas pessoas conseguem atingir o objetivo que desejam: estarem felizes com seu corpo e seu peso.

Após de ver as bobagens e promessas de emagrecimento a qualquer custo, decidi que não posso ficar parado. Eu mesmo vivenciei na pele o que é tentar emagrecer por anos sem sucesso, o que é emagrecer e engordar, e, finalmente, descobri o segredo simples para ser magro e PERMANECER MAGRO.

Quero orientar você de forma bem clara e fácil como emagrecer de forma saudável usando um simples segredo: para emagrecer, você precisa modificar seus hábitos.

Não apenas os hábitos comportamentais, aquilo que você deve fazer ou deixar de fazer, que são o foco da maioria dos programas de emagrecimento, que dizem o que você deve comer ou deixar de comer, e como se exercitar.

Mas, principalmente, como reprogramar os hábitos mentais e emocionais, aqueles que são o segredo de você se manter motivado e decidido a fazer o que é necessário para emagrecer, ou a se sabotar durante o processo.

Você aprenderá primeiro a se programar mentalmente, porque sem isso não há dieta alimentar e nem rotina de exercícios que deem certo se você não reprogramar sua mente para pensar e sentir como uma pessoa magra.

E daí, aprenderá o poder da presença e da consciência para aumentar sua motivação para se aproximar do que é importante para você ao emagrecer: saúde, vitalidade, autoestima, beleza, disposição física, atratividade.

Hoje, quero ressaltar apenas isso: para se tornar uma pessoa magra, você deve agir como uma pessoa magra. Fazer as coisas que elas fazem. Adquirir seus hábitos de alimentação, exercícios, estilo de vida. Mas isso não é suficiente. Você precisa adquirir os hábitos de pensamento e emoção de uma pessoa magra e saudável.

Uma pessoa magra não pensa: “vou comer tudo o que está no prato, porque senão seria desperdício”. Isso é um pensamento sabotador. Ou algo como “não posso comer chocolate, porque engorda. Já que comi esse pedacinho,agora vou comer como um louco tudo o que vir pela frente”. Esses são típicos pensamentos de gordo.

Recomendo a você, que nesta semana, anote em papel toda ou em seu smartphone, toda vez que tiver um pensamento típico de gordo. Aumente sua consciência para perceber quando este tipo de pensamento passar pela sua cabeça. O tipo de pensamento que costuma sabotar seu objetivo de se tornar uma pessoa magra.

Quando este pensamento passar pela sua cabeça: diga para você mentalmente. Isso é só um pensamento de gordo. como um magro pensaria ? E responda como um magro pensaria ou falaria.

Alguns outros exemplos de pensamentos gordos autossabotadores e respostas magras.

Pensamento de gordo: “Eu preciso emagrecer 20 kg. Ah, é tão difícil que não sei nem como começar. Acho que nunca vou conseguir.”

Pensamento de magro: “Posso emagrecer 1 kg ou 2 kg este mês, e depois que conseguir este passo, penso nos passos seguintes. Uma coisa de cada vez”

Pensamento de gordo: “Já que paguei 50 reais por esse buffet, vou comer tudo o que for gostoso”.

Pensamento de magro: “Não estou com tanta fome. Da próxima vez acho que vou procurar um lugar mais barato. Não é porque paguei 50 reais que vou me castigar comendo mais do que preciso. Vou fazer uma pequena porção com alimentos saudáveis e gostosos que não estou acostumado a comer no dia a dia”

Pensamento de gordo: “Hoje é sexta-feira, estou super estressado porque passei uma semana difícil. Eu mereço comer aquela pizza enorme e me afogar na cerveja para desestressar”.

Pensamento de magro: “Hoje é sexta-feira, estou super estressado porque passei uma semana difícil. Eu mereço ir para casa comer algo mais leve e dormir mais cedo para ter um sono reparador, ou, quem sabe, assistir aquele filminho relaxante com minha esposa e depois namorar um pouco”.

Você entendeu o espírito da coisa? Toda vez que um pensamento de gordo passar pela sua cabeça, reconheça isso, saiba que você não precisa acreditar nele ou obedecê-lo. É apenas um hábito, um pensamento automático, que não te ajuda a se aproximar do que você quer. Experimente dizer para você mesmo mentalmente o que diria uma pessoa magra, o tal “pensamento de magro”. Faça disso um hábito.

Tenha uma ótima semana com pensamentos de magro!!!

Emerson Pacheco

O Carnaval acabou e os exageros também, por isso não abandone o seu projeto de uma vida mais saudável.

_Comer besteira não é uma recompensa, é

Esse post é para você, que se sente culpado de não ter seguido manter a sua dieta e seu programa de exercícios rigorosamente durante o Carnaval. Se você está agora se culpando pelos excessos e talvez pelos quilinhos a mais na balança, tenho uma boa notícia .

Não se sinta só, desvios ocasionais acontecem. O importante é você reconhecer isso e não ficar se lamentando. Sacuda as cinzas do Carnaval e lembre-se do POR QUE É IMPORTANTE para você emagrecer. O que você ganha com isso?

Saúde? bem-estar? autoestima? caber nas roupas? atrair um parceiro ou parceira? Sentir-se bem, com disposição física? Se algum desses fatores continua sendo importante para você, pare e pense sobre isso por alguns instantes. Perdoe-se pelo desvio e retome a sua imagem diante do espelho e o seu compromisso com esses valores de saúde e bem-estar e recomece a sua caminhada rumo ao que é importante para você.

Em nossa última mensagem, conversamos sobre ideias de como aproveitar o Carnaval se movimentando, bebendo bastante água e frutas, e como  a data combinava sim com atividade física: caminhar, correr atrás do bloco, correr.

Porém, preciso confidenciar: na quarta-feira de cinzas, eu não tinha feito tudo o que falei, tudo o que planejei na sexta-feira de Carnaval. Na realidade, passei uma boa parte do tempo dormindo na praia, relaxando debaixo da barraca de sol, apreciando o mar. “Economizando a fadiga, como diz o Chaves”. Quase nada de exercícios físicos…

Fui a um rodízio de pizza em Paraty em uma das noites que aproveitei por lá. Tá certo, comi uns cinco pedaços de pizza, bem fininhos, mas acima da minha média. (veja que criei uma meta aceitável de desvio, não simplesmente chutei o pau da barraca). Eu estava com consciência plena do que estava ocorrendo.

Quero confessar isso a você, para mostrar que desvios ocasionais ocorrem e é importante que não se tornem hábitos, repetições. Por isso, quando acontecer algo parecido contigo, volte depressa aos hábitos das pessoas magras.

Voltei aos meus hábitos já na quarta-feira de cinzas: corri 30 minutinhos na quarta. Caminhei na quinta-feira E na sexta voltei à musculação na academia, à minha atividade física regular de 3 x por semana de musculação e 1 hora de caminhada por dia (em intervalos de 15 minutos).

Adivinhe, ao me pesar, estava dentro de minha faixa aceitável, de 75 kg. Fiquei aliviado (Tenho um peso ideal de 72 kg, com margem mínima e máxima entre 70 e 75 kg).

Não é para relaxar, mas agora é a hora de voltar ao meu compromisso com meus valores e repetindo os hábitos que me fizeram emagrecer e manter minha saúde.

A dica aqui é: agora que, o ano recomeçou, faça uma lista dos 7 hábitos vencedores que você irá fazer para te aproximar daquilo que é importante para você ao emagrecer. Exemplo: Para eu emagrecer e me manter magro e saudável, eu irei, a cada dia…

– Beber 2 litros de água por dia ou mais;

– Caminhar 30 minutos por dia ou mais;

– Escrever e ler diariamente um cartão de enfrentamento com os benefícios de emagrecer;

– Mastigar devagar os alimentos;

– Comer frutas entre as refeições;

– Ingerir mais alimentos com fibras (frutas, tapiocas, vegetais, cereais, etc);

– Identificar pensamentos sabotadores.

Foque em um dos hábitos por semana, e só passe para o outro hábito se conseguiu repetir o hábito, 7 dias por semana. Senão, repita o mesmo hábito na semana seguinte. A resposta para o desvio é: volte aos seus hábitos. Se você caiu, levante. E continue a focar no que é valioso para você: sua saúde, beleza, autoestima.

Sucesso nos seus novos hábitos em 2016!

Emerson Pacheco

Como aproveitar o carnaval e manter o foco no emagrecimento

Ja e carnaval.jpg

Sabemos que no Brasil, o carnaval é marcado por uma verdadeira explosão de criatividade, tanto nos blocos de rua, como nos desfiles das escolas de samba, com fantasias criativas e irreverentes. É a hora de relaxar, cair na gandaia e soltar os bichos. Daí qual o primeiro pensamento que vem em sua cabeça? Ah… fala sério para quê regular minha alimentação e fazer exercícios no Carnaval?

E de certa forma, entendo que todos nós estamos estressados e queremos dar uma relaxada no Carnaval, não pensar muito em regras, em disciplina rígida ou em exercícios. A mente nos diz: “ Tenho o ano todo para me exercitar e fazer dieta, vou chutar o balde e depois recomeço, afinal o ano só começa depois do Carnaval”.

Quem de vocês não teve um pensamento parecido com esse? A verdade é que todo pensamento autossabotador tem um fundo de verdade, uma meia verdade, e uma armadilha sabotadora escondida. Então, vamos desarmar agora mesmo essa bomba.

De fato, esse é um período de festa,  de liberdade, de relaxamento e alegria. Essa é a verdade. Podemos dar uma relaxada nos controles e na disciplina nestes poucos dias, talvez sem ir à academia ou mesmo em seguir alguma dieta rígida. Esse talvez seja um extremo.

Agora, vamos a o outro : tomar todas, comer tudo o que ver pela frente e ficar num completo sedentarismo, sem se movimentar. Não tem mágica, fazer isso significa provavelmente uns quilos a mais.

Concordo que você pode recuperar o ritmo na quarta-feira de cinzas, e começar tudo de novo, sim, isso é totalmente possível, mas quero sugerir o seguinte: “o caminho do meio”, que é o que procuro seguir.

Não, não pretendo malhar no Carnaval. Mas tentarei caminhar bastante, nos blocos, na praia, nas ladeiras. Quem sabe andar de bicicleta, e até correr na praia. Meu corpo precisa, e eu adoro caminhar, correr e nadar. Aqui tem um segredo: faça atividade física prazerosa. Divirta-se  e movimente-se, mesmo que seja para subir e descer as ladeiras de Olinda em Pernambuco, ou caminhando pela praia por alguns minutos. Definitivamente, Carnaval combina com movimento.

A outra dica é: beba bastante água ou água de coco. Enxarque-se de líquidos leves. Isso não apenas para se hidratar, mas porque quando você está bebendo água você não está, adivinhe, ingerindo cerveja e outras bebidas. Não, cerveja não é proibida, como aliás, nenhum alimento é mas se você pretende beber mais do que a média, você precisa beber mais água que a média.

Deve-se ingerir água, intercalando com as outras bebidas. Isso, além de reduzir os efeitos do álcool sobre o sistema nervoso central, diminui também os sintomas indesejados no dia seguinte, a famosa ressaca. É importante não fazer uso excessivo de isotônicos dando preferência à água. Além de a água hidratar seu corpo e prevenir que você passe mal no Carnaval, ela ocupa um espaço valioso em seu estômago no lugar do álcool e de comida, favorecendo sua saciedade e sobriedade (a não ser que você queira ficar bêbado, aí é com você mesmo rs).

Durante a festa existem vários fatores que favorecem a desidratação como: calor excessivo, atividade física intensa e o consumo de bebidas alcoólicas, o que demanda hidratação complementar.

Então, para entrar em ritmo de Carnaval, vamos com Carlinhos Brown: “Bebeu água, não! Tá com sede, tô! Olha, olha, olha, olha a água mineral Água mineral Água mineral Água mineral Do Candeal Você vai ficar legal… “

Outra dica ligada a bebida alcoólica é: evite beber com o estômago vazio, pois isso faz com que o álcool faça efeito mais depressa no organismo e aumente a rapidez da intoxicação. E ao invés de salgados ou tira gostos calóricos, ingira frutas entre uma bebida e outra, porque além de ser menos calórico, o carboidrato da fruta contrabalanceia o álcool no sangue.

Se você vai beber e comer mais do que previsto, você precisará se movimentar, caminhar, dançar, pular para queimar o excesso de calorias. Gente, carnaval tem tudo a ver com emagrecimento. E o mais importante de tudo: Pense que no Carnaval o importante é você se aproximar do que quer mais na sua vida. E isso é muito mais do que comer ou beber em excesso para ter prazer. Então, pense no que quer mais de positivo, de prazeroso e de valioso na sua vida que não seja comida e bebida e que possa aproveitar no Carnaval. Saúde, amizade, amigos, namorar, dançar, música, alegria, festa. Faça sua própria lista de atividades que vão te gerar alegria, prazer e satisfação e que não são calóricas, ou melhor, que queimam calorias. Vou te dar algumas ideias que você pode plagiar ou pode criar sua própria lista. – Beijar na boca e namorar muito!

– Conversar com amigos

– Paquerar

– Fazer algazarra com amigos

– Tirar o pé no chão, dançar e pular que nem louco

 – Andar, andar e andar

 – Correr

 – Nadar

 – Correr atrás do trio

 – Pular na pipoca do trio (continue sua lista aqui, seja criativo!)

Sim, depende de você ter mais alegria e prazer na vida… e isso é muito mais do que chutar o balde na comida e na bebida… então, o que está esperando!!! Um maravilhoso Carnaval com atenção plena naquilo que te traz mais prazer, saúde e vitalidade!

(Emerson Pacheco)