Chega de causas perdidas, novos hábitos já!

pensamentos sabotadores

No post anterior falamos sobre a importância da mente no processo decisório do emagrecimento e na necessidade de criar novos hábitos, pensando magro. Hoje, daremos continuidade ao tema, abordando a questão de como você pode manter um hábito e principalmente o seu peso, cuidando da auto sabotagem.

No passado, você até conseguiu fazer mudanças em seus hábitos para atingir o seu objetivo de ter uma vida mais saudável e consequentemente, emagrecer. Porém, quando você percebeu que manter o seu peso estava difícil, desistiu. Você sabe o motivo? Bem, isso se deve aos seus pensamentos sabotadores.

Por acaso você se pegou pensando dessa forma? “ Ah é muito complicado emagrecer, não tenho autocontrole e nunca conseguirei perder um grama.”

Pois é, por isso estou aqui para auxiliá-lo, por meio de estratégias psicológicas que o ajudarão a vencer os desafios diários. Você será instruído por mim, a resistir ao impulso de comer de forma exagerada quando tiver que encarar os seus desejos incontroláveis, como a fome, o estresse e as pressões da vida.

Se você quer realmente mudar, precisa perceber imediatamente o que precisa modificar em seus pensamentos e na sua alimentação. É claro que no meio do caminho de sua mudança de hábito, você acertará e irá errar muitas vezes, até alcançar o seu objetivo, que é perder quilos e se manter no peso conquistado.
O que faz você comer?

Comer automaticamente é um hábito perigoso na nossa sociedade, na correria você não percebe que comeu um combo de fast food, um sorvete e uns biscoitos recheados, enquanto ia para casa. Você já se pegou nesta situação?

Os pensamentos que fazer você agir de maneira disfuncional são os pensamentos sabotadores, que o incentivam a comer mais e mais. Esses pensamentos de permissão minam a sua mente e a sua autoconfiança, permitindo racionalizar o que come. Por exemplo as inúmeras desculpas: “Tive um dia muito duro, e agora vou beber á vontade com os meus amigos”…”Ah é só dessa vez que comerei um chocolatinho…”

Assim, você dever identificar os estímulos que provocam esses pensamentos sabotadores, que o levam a comer de forma inadequada e enfrentá-los. Para reforçarmos, que tal como exercício você listar o que o leva a esses pensamentos? certamente você descobrirá que as repostas estão aí dentro da sua cabeça.

Toda vez que tiver um pensamento auto sabotador, ou “pensamento de gordo”, reconheça isso e repita para você mesmo internamente o que seria um “pensamento de magro”.

Lembre-se, o emagrecimento começa pela mente!
Emerson Pacheco

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s