Está estressado? Respire três vezes antes de comer

Resultado de imagem para emotional eating

Muita gente usa a refeição como válvula de escape para lidar com emoções complicadas como estresse, raiva, culpa…

Comer para aliviar emoções difíceis é uma solução muito comum já usada há milênios pelos nossos antepassados, que subiam numa bananeira para comer bananas enquanto fugiam do leão feroz… a banana não fazia desaparecer o leão, mas dava aquele alívio no estresse…

Um cliente meu de coaching costumava engordar depois de uma semana estressante no trabalho, e emagrecia quando a situação acalmava…juntos, combinamos que, quando estivesse estressado, ele procuraria resolver o problema ao invés de se distrair com comida.

Se está com raiva, estressado ou se sentindo triste, procure fazer alguma outra coisa que não seja comer: vá fazer uma corrida, conversar com alguém, uma sessão de yoga ou meditação ou procure um amigo ou terapeuta.

Se você come com raiva, estressado ou com outra emoção complicada, você está se alimentando desses sentimentos.

SUAS REFEIÇÕES REPRESENTAM UMA SÉRIE DE ESCOLHAS.

Cada escolha é como um passo que o leva a uma direção particular. Ao longo dos anos, escolhas semelhantes, ou hábitos, podem levá-lo muito longe em uma direção de que você não goste: a obesidade, por exemplo.

Porém, você sempre pode escolher outra direção. Você é sempre livre para dar um novo passo além da escolha habitual. Lembre-se disso quando estiver diante do leão de um problema estressante no trabalho, uma briga conjugal ou qualquer outro problema que mexa com você.

A alimentação saudável também é um hábito e essa mudança é sempre possível.

Que tal começar a mudança agora mesmo? Mesmo se você optar por
comer um pequeno pedaço de comida que você acha que seria benéfica para você, é suficiente por agora. Qual seria essa comida? Que alimentos não estão na sua lista atual de “escolha” que poderiam contribuir para o seu bem-estar?

Qual nova escolha pequena você gostaria de experimentar hoje ao estar diante de uma emoção difícil? Faça uma lista de coisas que pode fazer, ao invés de comer, para lidar com os problemas do cotidiano. E coloque em prática hoje mesmo.

Resultado de imagem para relaxar

 

Anúncios

Diet Coach Online – Dia 3 – Sente-se para Comer

beliscar-entre-refeiçoes

Um dos piores vilões do emagrecimento é uma palavrinha chamada “beliscar”.

Aquele pedacinho de doce, ou de comida na panela, aquele pouquinho de biscoito, aqueles dois ou três batatinhas fritas, um tiquinho de castanhas, um quadradinho de chocolate…

“todas as calorias que consumimos contam para nos fazer engordar”

Aos pouquinhos, você sabota sua dieta.

Fique atento ao pensamento autosabotador “mas é só um pouquinho, é só hoje”.

Você precisa, necessariamente, tornar-se mais consciente das calorias de tudo o que põe na boca. Cada pedaço conta.

comendo

Você precisa prestar atenção no que está comendo para não dizer a si mesmo “Ainda estou com fome, quero mais”, quando tiver terminado de comer o que está no seu plano de alimentação.

Comer uma refeição deve ser encarado como um ritual sagrado, como a arte de saborear um alimento, como uma meditação consciente.

Mastigue cada pedaço conscientemente, atento ao sabor, ao tato, ao olfato, à textura do alimento. Feche os olhos e saboreie cada mordida.

Como fará de sua alimentação um momento de meditação consciente se estiver comendo em pé, beliscando? Evite comer por impulso, furtivamente.

Você deve incorporar o hábito de comer sentado por toda a sua vida. Um novo hábito no início parece estranho, incomoda… mas logo logo ele estará no piloto automático, trabalhando ao seu favor.

tips_para_bajar_de_peso_comer_sentado

Portanto, tenha como meta sentar-se sempre que for comer. Considere colocar um lembrete com a mensagem “Sente-se para comer” no seu caderno de dieta, na sua agenda, na porta da geladeira e nas portas dos armários de sua casa.

Seguem alguns exemplos de pensamentos sabotadores extraídos do livro Pense Magro, de Judith Beck e as respostas positivas sugeridas.

Pensamento sabotador: “Eu gosto de ficar mastigando. Não quero parar de comer enquanto estou em pé”.

Resposta adaptativa:Preciso me sentar para comer. Quando como em pé simplesmente não percebo o que estoucomendo. Posso acabar comendo demais sem perceber. Se eu quiser emagrecer, preciso me imporesta regra. Posso não querer abandonar este comportamento, mas certamente vou gostar muitode ser magro”.

Pensamento sabotador:Tudo bem se eu comer em pé só desta vez. Eu me sentarei na próxima refeição”.

Resposta adaptativa:Não está tudo bem em pensar ‘Só desta vez’. Preciso encarar o fato de que provavelmentenão conseguirei emagrecer ou de que irei engordar novamente se eu me recusar a mudar meuhabito de comer em pé”.

Pensamento sabotador: “Eu não tenho tempo de sentar para comer”.

Resposta adaptativa: “Sentar não é opcional. Terei que reorganizar meus horários para ter tempo. Isso é fundamental para controlar ‘o que’ e ‘quanto’ eu como”.

mindful1